Jets Brasil – A Briga Que Demonstra Uniao

Arthur Irwin for Jets Brasil on the recent brawls at Jets and Redskins practice…

Ontem no primeiro treino do New York Jets contra a equipe do Washinton Redskins realizado em conjunto em Richmond ocorreu uma briga generalizada entre os dois times. Durante todo o dia, circularam no Twitter e demais redes sociais, vários pedaços da briga que, felizmente, não deixou nenhum jogador machucado. Isso auxiliado pela chuva, fez com que o treino fosse encerrado mais cedo sem maiores consequências.

Apesar de imagens como as de ontem serem classificadas como cenas lamentáveis é de se destacar que elas trazem, por outro lado, um conceito interessante: o de união de grupo. Apesar dos relatos sobre a origem da rixa serem desencontrados e muitos repórteres viram coisas diferentes, o que denota que o treino realmente estava com alguns confrontos engarrafados, uma coisa é certa foi entre um time e outro e não dentro do mesmo time.

O primeiro ponto a se destacar é que a NFL não tem o “patrulhismo” do politicamente correto que tem no futebol brasileiro atual. Uma briga das proporções da que ocorreu no treino de ontem se fosse no futebol nacional teria sido pauta de todos os programas de debate e de mesa redonda durante umas 2 semanas, com senhores e senhoras catedráticos falando de futebol como se fosse comentando uma cirurgia no cérebro ou o controle do mercado de ações da Ibovespa.

O segundo ponto é que a briga não ocorreu entre jogadores do mesmo time, como destacado acima, coisa que também é natural que aconteça. Mas, a briga foi jogadores do Jets contra jogadores do Redskins. Isso demonstra que o plantel de ambos os times está unido, prontos para sair na mão, se chegarem as vias de fato, por seus respectivos companheiros. Não foi uma briga setorizada pelo que vi, mas sim uma confusão que começou com a briga entre 2 jogadores e depois se espalhou para os demais jogadores que “tomaram as dores” do colega. Com isso, demonstra-se que o time está muito mais unido e coeso do que em outros tempos.

Evidentemente que o New York Jets e o próprio Washington Redskins fizeram vistas grossas ao que aconteceu, mas a rivalidade está instalada e pode ser um ponto interessante para o confronto dessa quinta-feira entre as duas equipes que tinha/tem tudo para ser (mais) um confronto morno de pré-temporada

Agora chega o momento em que tenho de vestir meu terno e dizer que evidentemente sou contra qualquer tipo de violência, mas, já que ela se instalou em alguns minutos, tenho como dever de analisar os fatos e essa é minha visão, apesar das cenas lamentáveis houve sim pontos positivos a serem tirados da confusão de ontem.