Jets Brasil – Qual A Importancia De Josh McCown?

Arthur Irwin for Jets Brasil on the importance of Josh McCown…

Antes da temporada passada, o New York Jets estava no auge de sua reformulação. Com isso, a contratação do QB Josh McCown foi rodeada de chacota. Ele era um QB muito experiente, mas que não tinha se firmado em nenhuma equipe. Contudo, contrariando a todos, Josh simplesmente fez uma temporada brilhante para os seus padrões. O ataque do Jets foi longe de ser a vergonha que todos esperavam. Então, muitos times cresceram os olhos para cima de Josh. A experiência dele seria muito importante para os jovens que acabaram de sair do draft. Com isso, o Jets fechou rapidamente um contrato de US$ 10 milhões com o veterano.

Quanto a renovação, os torcedores já a aguardavam e ficaram felizes que ela, de fato, ocorreu, mas muitos torcedores ficaram assustados com o valor pago pelo New York Jets ao veterano. Apesar disso, estamos vendo que Josh faz dupla função no time e que o Jets está preparando sua transição para a aposentadoria.

A primeira função evidente é a de QB. O jogador ainda é muito cotado para ser o titular na semana 1, caso Sam não esteja pronto. Com isso, Josh entrará no training camp como QB1. Isso é natural, McCown não tem pretensões de ser o QB franchise e a entrada dele seria um excelente para-raio tanto para Teddy Broidgewater, como Sam Darnold.

Contudo, a segunda função de Josh é mais importante. O jogador funciona como um QB coach. Ele tem tudo para assumir a função depois de aposentado: experiência, bom trabalho de vestiário, qualidade, entendimento aguçado de jogo e variedade de esquemas sob os quais ele jogou em diversas oportunidades.

Com isso, são inúmeras as notícias que saem semana após semana de conversas longas entre Sam Darnold e Josh McCown (Teddy já tem experiência de uma temporada na NFL). O fator mais importante que Sam pergunta é o trabalho de huddle e de fato esse trabalho não é tão importante no College como é na NFL.

Assim, é claro que Josh está recebendo para atuar em duas funções como foi falado acima. Além disso, ele não põe sobre o calouro uma sombra desnecessária de almejar uma posição de franchise. Josh já beira os 40 anos e olha mais para o final da carreira do que para conseguir algo por mais 4-5 anos.

Ao contrário, é claro que o veterano já almeja uma transição para QB coach dentro do New York Jets. Isso seria perfeito, já que Josh tem tudo para ser um dos melhores QB coaches da NFL, ou ele já é um dos melhores QB coaches da liga? Para mim, sim.