Jets Brasil – Quanten Tempo Ainda Presciramos Dizer Que Ainda Temos Um Projecto

Arthur Irwin for Jets Brasil on fans having patience with the 2018 New York Jets team…

Mike Maccagnan chegou ao Jets em 2015 com a missão de remodelar o elenco dos Jets e definitivamente o fez. Do ataque do Jets titular daquele ano, apenas os dois OG, Brian Winters e James Carpenter, permanecem no elenco verde de Nova Iorque. Alguns se aposentaram, como C Nick Mangold e LT D’Brickshaw Fergunson e outros foram cortados do time como os WR Brandon Marshall e Erick Decker.

No lado defensivo, permanece no elenco apenas o DE Leonard Williams. O time está sendo totalmente reconstruído e o torcedor do Jets está cansado de saber disso. Nos ST teams a remodelação foi completa e essa nova etapa do Jets tem que mudar a história da franquia.

Mas, desde o ano passado, quando o time foi muito melhor que se imaginava, fica a dúvida: até quando o torcedor verde de Nova Iorque vai ter que esperar para o próximo ano e para o próximo e para o próximo ano?

Pois bem, eu, por exemplo, desde que acompanho mais assiduamente o Jets nunca vi o time jogador nos playoffs. Contudo, a reconstrução não é de uma hora para a outra, de forma que se necessita de muita paciência com Todd Bowles e seus comandados, gostando ou não dele e de seu perfil, gostando ou não do perfil dele quanto comandante de vestiário.

Bowles, juntamente com Maccagnan, moldou o time a sua imagem, trocou o eixo da DL para a secundária onde se concentram os principais talentos e administra o time em contratos curtos de forma a permitir que o time tenha sempre grande cap. Se Bowles for demitido, tudo isso necessitará ser mudado. O esquema de jogo dele não será idêntico ao de qualquer treinador que venha e seremos expostos a uma nova reformulação.

Dito isso, precisaremos ir até o fim com Bowles. Bom, o time tem ainda algumas incógnitas, vamos a elas: conseguiremos manter a regularidade que ASJ deu a posição de TE? Como ficará a DL do Jets depois da saída de Muhammad Wilkerson e Sheldon Richardson? E a principal: Sam Darnold demorará muito para entender o playbock do Jets?

Essas respostas não podem ser respondidas em uma temporada. Seria uma irresponsabilidade jornalística. Dessa forma, essa temporada ainda não será a temporada do Jets, na minha opinião. Temos que ter muito cuidado no lançamento de Sam Darnold. Contudo, com o contrato acabando na próxima temporada, Bowles terá que no mínimo levar o time aos playoffs nessa ou na próxima temporada.

Esse é o ciclo, quando os Bears selecionaram Mitchell Trubisky deram um ano a John Fox e depois ele foi demitido, o Rams quando selecionaram Jared Goff fez a mesma coisa com Jeff Fisher. Contudo, os Eagles demonstram evolução e hoje Doug Pederson está com um anel de SB.

Não há mais tempo para esperar depois que se seleciona um franchise QB. Isso me assusta um pouco, pois Bowles protege seus pupilos, mas ele terá que escolher: ou proteger os pupilos demais ou proteger o cargo em que ele está.

Logo, penso que em no máximo 2 temporadas e teremos que ver um time que não seja mais underdog quase que contra todos os times da NFL.